Publicado em

Concurso Prefeitura de Porto Mauá RS 2019

Concurso Prefeitura de Porto Mauá RS 2019

Edital publicado. No Estado do Rio Grande do Sul, a Prefeitura Municipal de Porto Mauá divulgou a abertura de concurso público para preencher 17 vagas em cargos de níveis fundamental, médio, técnico e superior na Secretaria Municipal. Haverá ainda, conforme o documento publicado, formação de cadastro reserva, para contratação conforme necessidade do município.

As vagas destinadas são para os cargos de Operador de Máquinas (1), Auxiliar de Abatedouro (1), Motorista (1), Pedreiro (Cr) NÍVEL FUNDAMENTAL. Atendente de Escola (1), Auxiliar de Saúde Bucal (1), Fiscal (Cr), Monitor de Oficina do Trabalho (1), Oficial Administrativo (Cr), Professor (5), Secretário de Escola (1), Técnico em Enfermagem (Cr), Agente de Combate a Endemias (1), Agente Tributário (Cr) NÍVEL MÉDIO/TÉCNICO. Médico ESF (1), Nutricionista (Cr), Pedagogo (1), Psicólogo (Cr), Arquiteto (Cr), Assistente Social (1), Dentista (Cr), Enfermeiro (Cr) e Engenheiro Civil (1). As remunerações oferecidas variam entre R$ 1.043,20 e R$ 8.903,88.

Inscrição Prefeitura de Porto Mauá RS 2019

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever até 09 de agosto de 2019, no endereço eletrônico oficial da banca organizadora FUNDATEC. O valor da inscrição oscila entre R$ 33,65 e R$ 100,93.

Provas Prefeitura de Porto Mauá RS 2019

O concurso consistirá com provas objetivas (caráter classificatório e eliminatório) para todos os cargos. As avaliações serão aplicadas no dia 15 de setembro, em locais e horários a serem informados via site da banca. O concurso público é válido por 24 meses, a contar da data de homologação do resultado final, prazo este que poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da administração municipal.

Informações do concurso
  • Concurso: Prefeitura Municipal de Porto Mauá RS 2019
  • Banca organizadora: Fundatec
  • Escolaridade: fundamental, médio, técnico e superior
  • Número de vagas: 17 + CR
  • Remuneração: R$ 33,65 e R$ 100,93
  • Inscrições: até 09 de agosto de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$ 33,65 e R$ 100,93
  • Provas: 15 de setembro de 2019
  • Situação: PUBLICADO
EDITAL PREFEITURA DE PORTO MAUÁ RS 2019
Publicado em

Concurso Santa Rosa – RS edital publicado com vagas para todos os níveis

Concurso Santa Rosa – RS edital publicado com vagas para todos os níveis

A Prefeitura de Santa Rosa, no estado do Rio Grande do Sul, publicou o edital n° 01/2019 de seu concurso público que irá preencher uma vaga imediata e formar cadastro reserva para cargos de todos os níveis de escolaridade. O concurso Santa Rosa será realizado pela Fundatec – Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências.

Vagas

  • Cargo de nível fundamental: Agente de Manutenção e Reparos;
  • Cargos de níveis médio e técnico: Atendente de Abrigo, Motorista, Recepcionista, Vigilante, Técnico Agrícola e Professor de Educação Infantil;
  • Cargos de nível superior: Assistente Social, Bibliotecário, Engenheiro Eletricista e Médico Veterinário.

O salário para os profissionais acima varia de R$ 984,79 a R$ 4.046,03 para jornada de 20 ou 40 horas semanais.

Inscrições

As inscrições serão realizadas entre os dias 13 de junho e 12 de julho de 2019, apenas via internet, através do endereço eletrônico www.fundatec.org.br.

O valor da taxa de inscrição é de:

  • R$ 53,85 para os cargos de nível fundamental;
  • R$ 94,30 para os cargos de níveis médio e técnico;
  • R$ 134,70 para os cargos de nível superior.

Provas

O concurso Santa Rosa será composto por prova objetiva para todos os cargos, por prova de títulos para os cargos de nível superior e Professor de Educação Infantil e por prova prática para Motorista e Agente de Manutenção e Reparos.

A data provável para realização da prova objetiva será no dia 18 de agosto de 2019, no turno da manhã para os cargos de níveis superior e fundamental e no turno da tarde para os cargos de níveis médio e técnico.

O tempo total para realização da prova objetiva será de quatro horas, devendo o candidato permanecer no local de prova por, no mínimo, uma hora. Caso queira levar o caderno de questões, o candidato só poderá sair após duas horas de início da prova.

A prova objetiva valerá 120 pontos e será composta por 60 questões, cada uma delas valendo dois pontos. Serão 30 questões de Conhecimentos Específicos, 20 questões de Língua Portuguesa e 10 questões de Legislação Municipal.

Para ser aprovado nesta prova, o candidato deverá acertar, no mínimo, 50% das questões de cada disciplina da prova.

A prova prática valerá 30 pontos e serão aprovados, nesta etapa, os candidatos que obtiverem a nota mínima de 15 pontos.

A prova de títulos valerá até 30 pontos e serão avaliados os cursos com carga horária de, no mínimo, 40 horas, além das titulações de doutorado, mestrado, especialização, MBA e residência.

Validade

O concurso Santa Rosa será válido por dois anos, a contar da publicação da homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogado por igual período, apenas uma vez.

Edital

Para outras informações sobre este concurso público, consulte o edital publicado no site da Fundatec.

Publicado em

Concurso CRO RS 2019 aberto edital com 180 vagas

Concurso CRO RS 2019 aberto edital com 180 vagas

O Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Sul faz saber aos interessados a abertura de novo edital de concurso público (Concurso CRO RS 2019) para preencher vagas em cargos de nível médio, técnico e superior, que formarão um cadastro reserva para suprimento de oportunidades que vierem a surgir durante a validade do concurso. São 180 vagas no total. O Instituto Quadrix tem a responsabilidade do certame.

As oportunidades são para as cidades de Porto Alegre e nas Delegacias Regionais existentes em Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Santa Cruz do Sul, Santa Maria e Santo Ângelo.

Cargos do concurso CRO RS 2019

As vagas são destinadas aos cargos de Agente Administrativo (R$1.770,67), Fiscal (R$3.885,10), Telefonista (R$1.236,35), com requisito de nível médio, Técnico em Tecnologia da Comunicação (R$ 3.352,10), com exigência de nível técnico, Advogado (R$4.943,00) e Assessor de Imprensa (R$3.948,00), com requisito de nível superior.

O CRO-RS vai oferecer aos candidatos admitidos através de concurso público, desde que preenchidos os requisitos legais, os seguintes benefícios:

a) Vale refeição de R$ 612,00 (seiscentos e doze reais) mensais;

b) Vale alimentação de R$ 480,00 (quatrocentos e oitenta reais) mensais;

c) Plano de saúde (médico, hospitalar e odontológico) com coparticipação de acordo com a utilização, idade dos beneficiários e salário do titular;

d) Convênio com farmácia (compra de medicamentos e perfumaria), com desconto em folha de pagamento e descontos diferenciados;

e) Convênio com banco (concessão de empréstimos consignados), com desconto em folha de pagamento e taxas diferenciadas;

f) Plano de Cargos e Salários;

g) Vale transporte, de acordo com legislação.

Sobre os cargos

Advogado: Realizar todas as tarefas compatíveis com sua condição pessoal e formação, assim como aquelas previstas no contrato de trabalho, entre elas: prestar assessoria jurídica administrativa e judicial ao Conselho, sendo sua atribuição controlar processos judiciais, assessorar as diversas Comissões, receber e expedir correspondências, prestar atendimento ao público através de e-mail, telefone ou pessoalmente, emitir pareceres quando solicitado ou para a instrução de processos.

Agente Administrativo: Realizar todas as tarefas atinentes aos diversos Setores, compatível com sua condição pessoal, executando atividades administrativas atinentes ao Setor que integra, entre as quais recebimento e expedição de correspondências, elaboração de documentos, organização e participação em eventos, portaria e recepção, atendimento de público externo através de e-mail, telefone ou pessoalmente, podendo ser atribuídas funções acessórias como responsabilidade pela abertura e fechamento da sede, entre outras.

Assessor de Imprensa: Realizar todas as tarefas compatíveis com sua condição pessoal e formação, assim como aquelas previstas no contrato de trabalho, entre elas: produção e coordenação executiva da revista da empresa (CRO Notícias); coordenação comercial da revista (captação de publicidade); produção e coordenação do informativo eletrônico (newsletter); chefia de reportagem da radioweb (CROw720); produção de notícias da radioweb; locução de notícias da radioweb; alimentação das redes sociais; suporte e operacionalização do serviço de Ouvidoria da instituição; suporte e operacionalização das campanhas sociais desenvolvidas pela autarquia; planejamento, criação e operacionalização das campanhas publicitárias; suporte e operacionalização dos eventos institucionais do CRO/RS; criação e desenvolvimento de mídias estratégicas de visibilidade institucional.

Fiscal: Realizar todas tarefas atinentes aos diversos Setores, em especial ao Setor de Fiscalização , compatível com sua condição pessoal e de formação, entre as quais: fiscalização dos estabelecimentos de atuação dos inscritos em todo o território do Estado que inclui consultórios, laboratórios de prótese dentária, associações, sindicatos, empresas e outros, a fim de fazer a verificação do cumprimento das normas legais relativas ao exercício profissional, com atuação Regional, bem como tudo o que mais for necessário ao cumprimento das normas profissionais dos inscritos, auxiliando ao CRO, nas providências junto às autoridades municipais, estaduais e federais competentes contra o exercício ilegal/irregular da profissão. Também compete aos Fiscais produzir relatórios de suas atividades e conduzir os veículos do CRO/RS em todo o território do Estado no exercício de suas atividades e/ou das atividades das pessoas que conduzem, realizando a conservação e manutenção dos veículos.

Técnico em Tecnologia da Comunicação: realizar todas tarefas atinentes aos diversos Setores, em especial da Divisão de Processamento de Dados, compatível com sua condição pessoal e de formação, entre as quais: preparação de dados em processamento eletrônico, revisão de fluxos de serviços a serem processados, desenvolvimento de sistemas, rotinas de trabalhos e de segurança de dados, avaliação de sistemas para aplicação no Conselho, análise do desempenho dos sistemas implementados buscando implementar outros com redução de custos, incluindo administração, monitoramento e programação de banco de dados, aplicativos e sistemas, recursos de entrada e saída de dados, recursos de armazenamento de dados, registros de erros, consumo da unidade central de processamento, recursos de rede e disponibilidade dos aplicativos, especificando programas, assegurando funcionamento do hardware e do software; garantindo a segurança das informações, por meio de cópias de segurança e armazenando-as em local prescrito, verificando acesso lógico de usuário, atendendo os usuários, prestando orientações, treinamentos e suporte técnico, escolhendo ou coordenando ferramentas de desenvolvimento ou projetos de informática, codificando aplicativos, administrando ambiente informatizado.

Telefonista: Realizar todas as tarefas compatíveis com sua condição pessoal e formação, assim como aquelas previstas no contrato de trabalho, entre elas: operar centrais telefônicas e aparelhos fax de qualquer espécie, realizando, respondendo e transferindo chamadas telefônicas, fornecendo informações, receber e expedir documentos, e prestar serviços atinentes aos diversos Setores.

Inscrição e Provas do concurso CRO RS 2019

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 10 horas do dia 24 de junho e 23 horas e 59 minutos do dia 08 de agosto de 2019, no site oficial da banca organizadora do concurso (www.quadrix.org.br). A taxa de inscrição custará R$ 50,00 para nível médio e técnico e R$60,00 para nível superior.

A prova objetiva do concurso contará com 40 questões, distribuídas entre as matérias de Língua Portuguesa (10), Raciocínio Lógico e Matemático (08), Legislação (10) e Conhecimentos Específicos do cargo (12).

As provas objetivas do concurso serão aplicadas no dia 1º de setembro de 2019 nas cidades de Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Santa Maria e Santo Ângelo. Os locais e horários serão liberados no dia 27 de agosto de 2019.

Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia 02 de setembro de 2019, enquanto os definitivos sairão no dia 23 de setembro.

Informações do concurso
  • Concurso: Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Sul
  • Banca organizadora: Instituto QUADRIX
  • Escolaridade: médio, técnico e superior
  • Número de vagas: 180
  • Remuneração: até R$4.943,00
  • Inscrições: entre 10 horas do dia 24 de junho e 23 horas e 59 minutos do dia 08 de agosto de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$ 50,00 para nível médio e técnico e R$60,00 para nível superior.
  • Provas: 1º de setembro de 2019
  • Situação: EDITAL PUBLICADO

Edital Concurso CRO RS 2019

Publicado em

Concurso Prefeitura de Sapucaia do Sul RS 2019 aberto com 56 vagas

Concurso Prefeitura de Sapucaia do Sul RS 2019 aberto com 56 vagas

Edital publicado. A Prefeitura de Sapucaia do Sul RS divulgou a abertura de um novo edital de concurso público para preenchimento de 56 vagas de níveis médio e superior na Secretaria Municipal de Educação. Haverá ainda, conforme o documento publicado, formação de cadastro reserva, para contratação conforme necessidade do município.

As vagas destinadas são para os cargos de Professor área I (licenciatura plena pedagogia com habilitação em séries iniciais do ensino fundamental, licenciatura plena pedagogia com habilitação em educação infantil ou licenciatura ou curso normal superior) (10), Secretário de Escola (5), Atendente de Educação Infantil (15) e Auxiliar de Disciplina (5) NÍVEL MÉDIO.

Professor de Ciências (2), Professor de Educação Física (2), Professor de Ensino Religioso (2), Professor de Matemática (2), Professor de História (2), Professor de Língua Inglesa (2), Professor de Língua Portuguesa (2), Professor de Geografia (3), Orientador Educacional (1), Orientador Pedagógico (1) e Professor de Artes (2) NÍVEL SUPERIOR.

Inscrição Prefeitura de Sapucaia do Sul RS 2019

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever até 23 de julho de 2019, no endereço eletrônico oficial da banca organizadora FUNDATEC. O valor da inscrição oscila entre R$ 60,00 (nível médio) e R$ 100,00 (nível médio).

Provas Prefeitura de Sapucaia do Sul RS 2019

O concurso de Sapucaia do Sul contará com provas objetivas (para todos) com 40 questões distribuídas entre as disciplinas de língua portuguesa (10), matemática/raciocínio lógico (05), legislação (05) e conhecimentos específicos (20). As avaliações objetivas serão realizadas no dia 25 de agosto, em locais e horários a serem informados no dia 13 de agosto.

O gabarito provisório será divulgado no dia 26 de agosto e o gabarito definitivo no dia 13 de setembro, no site da Fundatec. O concurso público é válido por 24 meses, a contar da data de homologação do resultado final, prazo este que poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da administração municipal.

Informações do concurso
  • Concurso: Prefeitura Municipal de Sapucaia do Sul RS 2019
  • Banca organizadora: Fundatec
  • Escolaridade: médio e superior
  • Número de vagas: 56
  • Remuneração: R$ 1.960,29 e R$ 2.090,98
  • Inscrições: até 23 de julho de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$ 60,00 e R$ 100,00
  • Provas: 25 de agosto de 2019
  • Situação: PUBLICADO
EDITAL PREFEITURA DE SAPUCAIA DO SUL RS 2019
Publicado em

Concurso CEEE RS 2019 Editais publicados banca Fundatec

Concurso CEEE RS 2019 Editais publicados banca Fundatec

A Companhia Estadual de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul faz saber aos interessados a abertura de dois editais de concurso público (Concurso CEEE RS 2019) para preencher 04 vagas e formar cadastro de reserva em cargos de Técnico em Enfermagem do Trabalho e Médico do Trabalho na Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D) e na Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE – GT) para lotação no município de Porto Alegre-RS.

O concurso será organizado pela FUNDATEC. O edital de concurso CEEE-RS 2019 conta com vagas para técnico em enfermagem do trabalho (02), com exigência de ensino médio completo, curso Técnico em Enfermagem, especialização em nível técnico de Enfermagem do Trabalho e registro no COREN/RS; e médico do trabalho (02), com requisito de urso superior em Medicina com especialização em Medicina do Trabalho, certidão de regularidade com o CREMERS e Registro de Qualificação de Especialização – RQE.

A remuneração será de R$ 2.874,74 para Técnico de Enfermagem por jornada de trabalho de 44 horas semanais e R$ 7.775,54 para Médico do Trabalho, por carga horária de 22 horas semanais.

Inscrição Concurso CEEE RS 2019

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever até o dia 17 de julho de 2019, no site oficial da banca (www.fundatec.org.br). A taxa de inscrição custará R$85,53 para nível médio e R$195,02 para nível superior.

Etapas e Provas

O concurso contará com provas objetivas, a serem aplicadas no dia 01 de setembro, em locais e horários que serão liberados no dia 14 de agosto de 2019. As avaliações objetivas contarão com 50 questões de conhecimentos específicos, língua portuguesa, informática, raciocínio lógico e conhecimentos gerais.

Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia 02 de setembro de 2019, enquanto os definitivos serão liberados no dia 19 de setembro.

A validade do concurso será de 12 meses, a contar da data de homologação do concurso, no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, podendo vir a ser prorrogada, uma única vez, por igual período.

Informações do concurso
  • Concurso: Companhia Estadual de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul
  • Banca organizadora: FUNDATEC
  • Escolaridade: médio/técnico e superior
  • Número de vagas: 04
  • Remuneração: até R$7.775,54
  • Inscrições: até o dia 17 de julho de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$85,53 para nível médio e R$195,02 para nível superior
  • Provas: 01 de setembro
  • Situação: PUBLICADO

Edital Concurso CEEE RS 2019 – GT

Edital Concurso CEEE RS 2019 – D

Publicado em

Concurso Prefeitura Porto Alegre RS 2019 tem banca definida

Concurso Prefeitura Porto Alegre RS 2019 tem banca definida

No Estado do Rio Grande do Sul, a Prefeitura Municipal de Porto Alegre pretender abriu um novo edital de concurso público (Concurso de Porto Alegre RS 2019) que tem por objetivo preencher vagas nos cargos de Auditor Fiscal da Fazenda Municipal e Auditor de Controle Interno.

Conforme o documento publicado, no dia 23 de janeiro deste ano, já havia sido publicado no Diário Oficial do Município, a comissão organizadora do certame, o qual já estava autorizado desde outubro de 2018. Já no 31 de maio, foi publicado no Diário Oficial do Município, o contrato com a Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências (FUNDATEC) como banca organizadora.

A banca será responsável pela organização, elaboração, diagramação, impressão, aplicação de provas teóricas e processamento de dados, bem como todo e qualquer ato pertinente à organização e realização do concurso público, para preenchimento de vagas e formação de cadastro reserva de cargos efetivos para atender as necessidades da autarquia.

Publicado em

Concurso TRF 4ª Região 2019 publicado edital para técnicos e analistas

Concurso TRF 4ª Região 2019 publicado edital para técnicos e analistas

Tribunal Regional Federal da 4ª Região, com jurisdição no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, divulgou na noite desta quinta-feira, 30 de maio, o aguardado edital de concurso público (Concurso TRF 4ª Região 2019) para o preenchimento de vagas em cadastro reserva nos cargos de Técnico e Analista Judiciário, com requisito de ensino médio e superior, respectivamente. A Fundação Carlos Chagas (FCC) tem a responsabilidade do certame.

O edital de concurso do TRF-4 conta com vagas para Analista Judiciário nas seguintes áreas: Judiciária; Oficial de Justiça Avaliador; Sistemas de Tecnologia da Informação; e Infraestrutura em Tecnologia da Informação. Para Técnico Judiciário, as chances são para as seguintes especialidades: Administrativa; Segurança e Transporte; e Tecnologia da Informação. Os salários são de:

R$ 12.455,30 para os Analistas; e

R$ 7.591,37 para os Técnicos.

Sobre os cargos do concurso TRF 4

Analista Judiciário – Judiciária

Requisitos: Diploma ou Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Direito, fornecido por instituição de nível superior, reconhecido pelo MEC – Ministério da Educação.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de fornecer suporte técnico e administrativo, favorecendo o exercício da função judicante pelos magistrados e/ou órgãos julgadores. Compreende o processamento de feitos, a elaboração de pareceres, certidões e relatórios estatísticos e a análise e pesquisa de legislação, doutrina e jurisprudência. Envolve a indexação de documentos e o atendimento às partes, dentre outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal

Requisitos: Diploma ou Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Direito, fornecido por instituição de nível superior, reconhecido pelo MEC – Ministério da Educação.

Atribuições: Realizar atividades de nível superior a fim de possibilitar o cumprimento de ordens judiciais. Compreende a realização de diligências externas relacionadas com a prática de atos de comunicação processual e de execução, dentre outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Sistemas da Tecnologia da Informação

Requisitos: Diploma ou Certificado devidamente registrado, de conclusão de curso superior completo, em qualquer área, acompanhado de especialização na área de Tecnologia da Informação, com carga horária mínima de 360 horas, ambos em Instituições de Ensino reconhecidas pelo MEC – Ministério da Educação, ou Curso Superior na área de Tecnologia da Informação devidamente reconhecido.

Atribuições: Realizar atividades relacionadas a garantir o adequado processamento de informações por sistemas de TI, compreendendo o planejamento, o desenvolvimento, otimização, documentação, implantação e sustentação dos sistemas informatizados de processamento de informações; envolve a definição de estratégias e de novas metodologias a serem utilizadas para processamento, arquivamento e recuperação automática de informações. Envolve a prospecção de soluções e novas tecnologias, elaboração de pareceres e especificações técnicas e o conjunto de artefatos necessários para contratação de bens e serviços de tecnologia da informação, bem como a fiscalização e gerenciamento de contratos e supervisão de atividades e projetos de soluções de Tecnologia da Informação, e outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade

Analista Judiciário – Infraestrutura em Tecnologia da Informação

Requisitos: Diploma ou Certificado devidamente registrado, de conclusão de curso superior completo, em qualquer área, acompanhado de especialização na área de Tecnologia da Informação, com carga horária mínima de 360 horas, ambos em Instituições de Ensino reconhecidas pelo MEC – Ministério da Educação, ou Curso Superior na área de Tecnologia da Informação devidamente reconhecido.

Atribuições: Realizar atividades relacionadas a garantir o adequado funcionamento da infraestrutura de tecnologia da informação, compreendendo o planejamento, organização, documentação e execução das rotinas necessárias à administração e sustentação dos serviços de comunicação, armazenamento, banco de dados, tecnologias de rede, sistemas operacionais, tecnologias de colaboração e segurança da informação. Envolve a prospecção de soluções e novas tecnologias, elaboração de pareceres e especificações técnicas e o conjunto de artefatos necessários para contratação de bens e serviços de tecnologia da informação, bem como a fiscalização e gerenciamento de contratos e supervisão de atividades e projetos de soluções de Tecnologia da Informação, e outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário – Administrativa

Requisitos: Comprovante de conclusão de ensino médio ou equivalente, devidamente reconhecido por órgão competente para tal.

Atribuições: Realizar atividades de nível intermediário a fim de fornecer auxílio técnico e administrativo, favorecendo o exercício da função judicante pelos magistrados e/ou órgãos julgadores e o exercício das funções necessárias ao adequado funcionamento da organização. Compreende o processamento de feitos, a redação de minutas, o levantamento de dados para elaboração de relatórios estatísticos, planos, programas, projetos e para a instrução de processos, a pesquisa de legislação, doutrina e jurisprudência, a emissão de pareceres, relatórios técnicos, certidões, declarações e informações em processos. Envolve a distribuição e controle de materiais de consumo e permanente, a elaboração e conferência de cálculos diversos, entre outras.

Técnico Judiciário – Segurança e Transporte

Requisitos: Comprovante de conclusão de Ensino Médio ou equivalente, devidamente reconhecido por Órgão competente para tal e carteira nacional de habilitação, no mínimo, categoria “D”.

Atribuições: Realizar atividades de nível intermediário a fim de zelar pela segurança dos magistrados, servidores, visitantes, instalações e bens patrimoniais do órgão, como também garantir a adequada condução de veículos oficiais. Compreende o controle de entrada e saída de pessoas e bens, a realização de rondas para verificação das condições das instalações, a direção defensiva de veículos oficiais, o registro de ocorrências que fogem à rotina e de incidentes ocorridos com veículos, a execução de atividades de prevenção e combate a incêndios, e outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário – Tecnologia da Informação

Requisitos: Informação Comprovante de conclusão de Ensino Médio ou equivalente, devidamente reconhecido por Órgão competente para tal.

Atribuições: Prestar suporte técnico de 2º nível aos usuários, nas diversas áreas de TI. Auxiliar no controle da qualidade dos sistemas desenvolvidos e serviços prestados, avaliando, inclusive, no primeiro caso, o código fonte gerado. Produzir e atualizar a documentação de softwares, serviços e dispositivos. Elaborar e realizar testes de softwares, serviços e dispositivos. Acompanhar e avaliar sistemas implantados e serviços prestados. Instalar, configurar e manter ativos de infraestrutura e rede, físicos e virtualizados. Monitorar a utilização e o desempenho dos ativos de microinformática, infraestrutura e rede, identificando os problemas e promovendo as correções necessárias. Elaborar pareceres técnicos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade. Auxiliar na elaboração de especificações técnicas de bens e serviços de TI.

Inscrição Concurso TRF 4

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 10 horas do dia 03 de junho e 14 horas do dia 26 de junho de 2019, no site oficial da banca organizadora do concurso (http://www.concursosfcc.com.br). A taxa de inscrição custa R$71,00 para nível superior e R$61,00 para nível médio.

Provas

O concurso TRF-4 contará com provas objetivas (para todos), estudo de caso (para todos) e redação (somente para técnico judiciário da área administrativa). As avaliações serão aplicadas no dia 04 de agosto de 2019, nos seguintes períodos: a) MANHÃ – cargos de Técnico Judiciário – todas as Áreas/Especialidades; b) TARDE – cargos de Analista Judiciário – todas as Áreas/Especialidades.

As Provas Objetivas, Estudo de Caso e Discursiva – Redação – serão realizadas nas seguintes cidades:

no estado do Rio Grande do Sul: em Canoas, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana;

no estado de Santa Catarina: em Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Joinville e Lages;

no estado do Paraná: em Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Londrina e Umuarama.

As Provas Objetivas de Conhecimentos Gerais e de Conhecimentos Específicos terão caráter habilitatório e classificatório e serão avaliadas, cada uma, na escala de 0 (zero) a 10 (dez).

A nota das Provas Objetivas no concurso corresponderá à média aritmética ponderada das notas obtidas em cada prova, na escala de 0 (zero) a 10 (dez), atribuindo-se:

a) peso 1 (um) à nota da Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais;

b) peso 2 (dois) à nota da Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos.

Será considerado habilitado o candidato que obtiver, simultaneamente, no mínimo, 50% de acerto na prova de Conhecimentos Gerais e, no mínimo, 50% de acerto na prova de Conhecimentos Específicos.

TRF-4 tem 225 cargos vagos

A convocação de novos servidores para o órgão é de extrema importância, uma vez que atualmente o TRF-4 e suas Seções Judiciárias (PR, SC e RS) possuem um total de 225 cargos vagos. As vacâncias são de ensino médio (Técnico) e superior (Analista). Veja:

Tribunal Regional Federal da 4ª Região

Técnico: 40 cargos vagos

Analista: 08 cargos vagos

Seção Judiciária do Rio Grande do Sul – RS

Técnico: 42 cargos vagos

Analista: 43 cargos vagos

Seção Judiciária de Santa Catarina – SC

Técnico: 26 cargos vagos

Analista: 11 cargos vagos

Seção Judiciária do Paraná – PR

Técnico: 26 cargos vagos

Analista: 29 cargos vagos

TRF-4 chamou quase 600 aprovados no último concurso

No último concurso (2014), o órgão convocou nada menos que 594 aprovados. Embora tenha divulgado o concurso apenas para cadastro reserva, a expectativa é que, assim como aconteceu no último concurso, o TRF-4 chame um bom número de aprovados no certame.

Dos 594 aprovados, 305 foram para o Rio Grande do Sul, sendo 192 técnicos e 113 analistas.  Em Santa Catarina foram chamados 96 aprovados (55 técnicos e 41 analistas), enquanto no Paraná foram 193 nomeados (111 técnicos e 82 analistas).

Cargos Convocações
Técnico Judiciário – Área Administrativa 318
Técnico Judiciário – Segurança e Transporte 15
Técnico Judiciário – Contabilidade 6
Técnico Judiciário – TI 19
Analista Judiciário – Área Judiciária  176
Analista Judiciário – Oficial de Justiça 50
Analista Judiciário – Informática 10
Informações do concurso
    • Concurso: Tribunal Regional Federal da 4ª Região
    • Banca organizadora: FCC
    • Escolaridade: médio e superior
    • Número de vagas: Cadastro Reserva
    • Remuneração: até R$ 12.455,30
    • Inscrições: entre 10 horas do dia 03 de junho e 14 horas do dia 26 de junho de 2019
    • Taxa de Inscrição: R$71,00 para nível superior e R$61,00 para nível médio.
    • Provas: 04 de agosto de 2019

Edital Concurso TRF 4 – 2019

Publicado em

Concurso Tribunal de Justiça RS para Oficial e Assistente de Justiça é autorizado

Concurso Tribunal de Justiça RS para Oficial e Assistente de Justiça é autorizado

Tribunal de Justiça vai abrir um novo edital de concurso público ainda este ano. O Conselho da Magistratura do órgão aprovou a abertura de concurso público para os cargos de Oficial de Justiça PJ-H (24 vagas) e Assistente Social PJ-J (04 vagas) em âmbito estadual. Além desses, o certame vai abrir vagas para o cargo de Oficial de Justiça classe ‘O’, cuja autorização foi concedida anteriormente. Com isso, o novo concurso público para o órgão será divulgado para três cargos.

O cargo de Oficial classe ‘O’ atua no 2º Grau de Jurisdição, enquanto o Oficial PJ-H atua no 1º Grau, assim como cargo de Assistente. Os aprovados serão lotados no Rio Grande do Sul.

O certame terá prazo de validade de dois anos, renovável por igual período. A relatora do expediente no COMAG foi a Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Denise Oliveira Cezar. A magistrada explicou que o término da validade dos concursos ocorreu em 17 de dezembro de 2018, o que impossibilita a chamada de novos servidores para provimento dos cargos vagos e dos que vagarem em razão de exonerações e de aposentadorias.

“O trabalho desempenhado por Oficiais de Justiça e Assistentes Sociais Judiciários é imprescindível à prestação jurisdicional e não será abrangido pela esperada diminuição de necessidade de pessoal com a implantação do eproc, porque suas tarefas não são passíveis de automatização. Assim, mostra-se conveniente a autorização do COMAG para dar início às providências necessárias à formatação para posterior abertura de novo concurso para os cargos de Oficial de Justiça e Assistente Social”, afirmou a Corregedora-Geral.

Participaram da sessão o Presidente do TJRS, Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro e os Desembargadores Maria Isabel de Azevedo Souza (1ª Vice-Presidente), Almir Porto da Rocha Filho (2º Vice-Presidente), Túlio Martins (3º Vice-Presidente), Ícaro Carvalho de Bem Osório e Diógenes Vicente Hassan Ribeiro.

O Concurso TJ RS 2019

O salário básico do Oficial pode chegar a até R$9.305,55. A remuneração é composta por:

Vencimento Bruto: R$5.639,73;

Gratificação: R$845,96;

Auxílio condução: R$845,96;

Risco de Vida: R$1.973,91.

O cargo tem missão de cumprir mandados judiciais; preparar salas com livros e materiais necessários ao funcionamento das sessões de julgamento; quando for o caso, buscar na Secretaria e nos gabinetes os processos de cada Relator, separando-os e ordenando-os, colhendo assinaturas; atender e dar informações aos advogados, partes e estagiários presentes à sessão, anotando os pedidos de preferência pela ordem de chegada dos interessados; auxiliar na manutenção da ordem e efetuar prisões, quando determinado; auxiliar o Secretário da Câmara, quando solicitado; cumprir as demais atribuições previstas em lei ou regulamento.

A jornada de trabalho desenvolve-se em regime normal de 40 horas semanais; em regime especial, porém, o exercício do cargo poderá exigir a prestação de serviços fora do horário normal de expediente, inclusive plantões.

Último Concurso TJ RS para o cargo de Oficial

O último concurso para oficial de nível médio foi divulgado em 2009 sob organização da Fundação Conesul de Desenvolvimento. O vencimento da época era de R$4.706,10.

O concurso contou com uma única etapa, constituída de uma Prova Objetiva, com questões de múltipla escolha, subdividida em 3 (três) partes: 36 (trinta e seis) questões de Língua Portuguesa, valendo 54 (cinquenta e quatro) pontos; 24 (vinte e quatro) questões de Conhecimentos Específicos, valendo 36 (trinta e seis) pontos e 10 (dez) questões de Tópicos de Legislação, valendo 10 (dez) pontos.

A Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, teve o valor de 100 (cem) pontos e foi constituída de 70 (setenta) questões com 5 (cinco) alternativas de resposta, das quais apenas 1 (uma) será correta, envolvendo todo o programa. Foi exigido para aprovação o mínimo de 50% (cinquenta por cento) de pontos por parte, conforme o quadro abaixo. Os candidatos que não obtiverem este percentual estarão automaticamente eliminados do concurso.

Conteúdo Programático do último edital

LÍNGUA PORTUGUESA: As questões de Língua Portuguesa versarão sobre o programa abaixo. Não serão elaboradas questões que envolvam o conteúdo relativo ao Acordo Ortográfico promulgado pelo Decreto nº 6.583, de 29/09/2008. Ortografia – Sistema oficial. Morfologia – Estrutura e formação de palavras. Classes de palavras, seu emprego e seus valores semânticos. Flexão nominal e verbal. Emprego de tempos e modos verbais. Sintaxe – Processos de coordenação e subordinação. Equivalência e transformação de estruturas. Uso de nexos. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Crase. Pontuação e outros recursos específicos da língua escrita. Leitura e Interpretação de Texto – Estruturação do texto: relações entre ideias e recursos de coesão. Compreensão global do texto. Significação contextual de palavras e expressões. Informações literais e inferências possíveis. Ponto de vista do autor.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: As questões de Conhecimentos Específicos versarão sobre o seguinte programa: Testes objetivos sobre atos, diligências e procedimentos referentes às atribuições do cargo, constantes do programa proposto para as questões de Tópicos de Legislação, tais como: citações, notificações, intimações, penhora, depósito, sequestro, arresto, busca e apreensão de pessoas ou de coisas; atos processuais – forma, tempo, lugar, prazos e nulidades.

TÓPICOS DE LEGISLAÇÃO: As questões de Tópicos de Legislação versarão sobre o seguinte programa: MATÉRIA CONSTITUCIONAL – Constituição Federal Dos direitos e deveres individuais e coletivos e dos direitos sociais: arts. 5o a 10 Da administração pública: arts. 37, § 6o , e 39 a 41 Do Poder Judiciário: arts. 92 a 126 – Constituição Estadual Dos servidores públicos civis: arts. 29 a 45 Do Poder Judiciário: arts. 91 a 103.

MATÉRIA ADMINISTRATIVA E DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA: Estatuto dos Servidores da Justiça (Lei nº 5.256/66 e alterações) Dos deveres, das responsabilidades e limitações: arts. 743 a 751 Do direito de petição: arts. 793 e 794 – Estatuto e Regime Jurídico Único dos Servidores Civis do Estado do Rio Grande do Sul (Lei Complementar no 10.098/94 e alterações) Das vantagens, concessões e licenças: arts. 85 a 157 Do direito de petição: arts. 167 a 176 Dos deveres e das proibições: arts. 177 e 178 – Código de Organização Judiciária do Estado Noções gerais de organização judiciária: arts. 99 a 101, 118, 119, 155, 156 e 170 a 184 – Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul Das Disposições Iniciais: arts. 1º e 2º Do Tribunal de Justiça e seu Funcionamento: arts. 3º e 4º Da Composição e Competência (arts. 5º a 45): – Do Tribunal Pleno: arts. 5º e 6º – Do Órgão Especial: arts. 7º e 8º Da Seção Cível (arts. 9º a 19): – Das Turmas: arts. 10 a 13 – Dos Grupos Cíveis: arts. 14 a 16 – Das Câmaras Cíveis Separadas: arts. 17 a 19 Da Seção Criminal (arts. 20 a 24): – Dos Grupos Criminais: arts. 21 e 22 – Das Câmaras Criminais Separadas: arts. 23 e 24 Das Câmaras Especiais: arts. 25 a 29 Do Plantão Jurisdicional: arts. 36 a 40 Da Presidência do Tribunal: art. 42 Das 1ª e 2ª Vice-Presidências do Tribunal: arts. 43 a 45 Do Funcionamento do Tribunal (arts. 149 a 193): – Das Sessões: arts. 149 a 163 – Das Audiências: arts. 164 a 168 – Do Relator: arts. 169 a 171 – Do Revisor: arts. 172 e 173 Do Julgamento (arts. 174 a 193): – Da Pauta: arts. 174 a 176 – Da Ordem dos Trabalhos: arts. 177 a 193 – Consolidação Normativa Judicial Da ação disciplinar: arts. 53 a 100 Do estágio probatório: arts. 103 e 104 Dos impedimentos e incompatibilidades: arts. 115 e 116 Das atribuições do oficial de justiça e do oficial de proteção da infância e da juventude: arts. 244 a 246b Das audiências: arts. 380, 381 e 388 Das citações, notificações e intimações cíveis e criminais e outras diligências: arts. 582 a 597, 599, 600, 667 a 669, 708 a 715 Da penhora: arts. 601 a 617 Dos mandados em processos cautelares: arts. 618 a 621 Da busca e apreensão: arts. 740 a 743.

MATÉRIA CÍVEL E PROCESSUAL: Código Civil Brasileiro Das pessoas naturais: arts. 1o a 5o Das pessoas jurídicas: arts. 40 a 45 Do domicílio: arts. 70 a 78 Dos bens: arts. 79 a 84 Dos atos lícitos e ilícitos: arts. 185 a 188 Da tutela e curatela: arts. 1.728 e 1.767 – Código de Processo Civil Do serventuário e do oficial de justiça: arts. 140, 143 e 144 Dos atos processuais: arts. 154 a 157 e 172 a 176 Dos prazos processuais: arts. 177 a 192 Das citações e intimações: arts. 200, 201 e 213 a 242 Das nulidades: arts. 243 a 250 Da audiência: arts. 444 e 445 Da ordem dos processos no Tribunal: arts. 547 a 565 Do processo de execução: arts. 649 e 652 a 685 Dos processos e procedimentos cautelares: arts. 796, 802, 813, 822, 839 a 843 e 867 – Lei no 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente): arts. 2º, 98 a 107, 131 e 132, 141 a 144 – Lei no 8.245/91 (Lei do Inquilinato): arts. 58, 63 e 65.

MATÉRIA CRIMINAL E PROCESSUAL: – Código Penal Dos crimes praticados por funcionário público contra a administração: arts. 312 a 314, 316, 317, 319, 320, 322, 323, 325 e 327 – Código de Processo Penal Das citações e intimações: arts. 351 a 362 e 370 Do processo e do julgamento dos recursos em sentido estrito e das apelações nos Tribunais de Apelação: arts. 609 a 631.

Sobre o Tribunal do Rio Grande do Sul

Em 23 de janeiro de 1998, Portaria assinada pelo Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Adroaldo Furtado Fabrício, criou o Projeto Memória. O início das atividades ocorreu em 6 de julho do mesmo ano, já na Presidência do Desembargador Cacildo de Andrade Xavier. Mais tarde, pela Portaria nº 35/2000-P, de 11 de outubro de 2000, o Projeto converteu-se em Centro de Memória do Judiciário Gaúcho. E somente mediante a Portaria nº 01/2002, assinada pelo então Presidente, Desembargador Luiz Felipe Vasques de Magalhães, em 09 de janeiro de 2002, o Centro transformou-se em Memorial do Judiciário do Estado do Rio Grande do Sul. Em 29 de janeiro do mesmo ano, foram inauguradas as novas instalações no andar térreo do Palácio da Justiça.

Informações do concurso
  • Concurso: Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul
  • Banca organizadora: em definição
  • Escolaridade: médio
  • Número de vagas: a definir
  • Remuneração: R$9.305,55
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: PREVISTO
  • Link do último edital

Publicado em

Concurso Prefeitura de Garibaldi RS 2019 com 23 vagas

Concurso Prefeitura de Garibaldi RS 2019 com 23 vagas

No Estado do Rio Grande do Sul, a Prefeitura Municipal de Garibaldi abriu um novo edital de concurso público para preenchimento de 23 vagas em cargos de níveis fundamental, médio, técnico e superior na Secretaria Municipal. Haverá ainda, conforme o documento publicado, formação de cadastro reserva, para contratação conforme necessidade do município.

As vagas destinadas são para os cargos de Motorista, Agente Fiscal, Auxiliar de Educação, Escriturário, Técnico em Enfermagem,  Secretário de Escola, Tesoureiro, Agente Fazendário, Agente Administrativo, Agente de Endemias, Médico Obstetra/Ginecologista, Médico Psiquiatra, Médico Pediatra, Médico Veterinário, Professor de Língua Inglesa, Professor de Língua Portuguesa, Professor de Matemática, Psicólogo, Engenheiro Civil, Médico Clínico Geral,  Museólogo, Professor de Anos Iniciais, Professor de Educação Infantil, Assistente Social, Bibliotecário, Contador,  Professor de Artes, Professor de Ciências e Professor de Educação Física.

Do quantitativo total de vagas, 10% serão reservadas aos portadores de necessidades especiais. As remunerações oferecias variam entre R$ 1.460,40 e R$ 6.093,66.

Inscrição Prefeitura de Garibaldi RS 2019

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever até o dia 11 de junho de 2019, no site oficial da banca organizadora Fundação La Salle (www.fundacaolasalle.org.br/concursos). O valor da inscrição varia entre R$ 50,00 (nível fundamental), R$ 60,00 (nível médio) e R$ 130,00 (nível superior).

Provas Prefeitura de Garibaldi RS 2019

O concurso de Garibaldi RS consistirá com provas objetivas (para todos) com 40 questões distribuídas entre as disciplinas de língua portuguesa, raciocínio lógico, legislação e conhecimentos específicos; prova prática para Motorista; e prova de títulos para o nível superior. As avaliações serão realizadas no dia 21 de julho, em locais a serem informados no dia 12 de julho.

O gabarito preliminar será divulgado no dia 22 de julho e o gabarito definitivo no dia 05 de agosto, no site já citado. O concurso público é válido por 24 meses, a contar da data de homologação do resultado final, prazo este que poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da administração municipal.

Informações do concurso
  • Concurso: Prefeitura Municipal de Garibaldi RS 2019
  • Banca organizadora: Fundação La Salle
  • Escolaridade: fundamental, médio, técnico e superior
  • Número de vagas: 23
  • Remuneração: R$ 1.460,40 e R$ 6.093,66
  • Inscrições: até 11 de junho de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$ 50,00, R$ 65,00 e 130,00
  • Provas: 21 de julho de 2019
  • Situação: PUBLICADO
EDITAL PREFEITURA DE GARIBALDI RS 2019
Publicado em

Concurso Público Prefeitura Passo Fundo – RS com 168 vagas anunciado

Concurso Público Prefeitura Passo Fundo – RS com 168 vagas anunciado

Prefeitura Municipal de Passo Fundo – RS promove Concurso Público referente à admissão de 168 profissionais que tenham Ensino Fundamental; Ensino Médio; Ensino Superior nas áreas exigidas.

As oportunidades ofertadas são para os cargos de: Agente de Endemias I (20); Agente de Endemias II (2); Auxiliar de Saúde Bucal Atenção Básica (11); Cirurgião-Dentista Atenção Básica (11); Enfermeiro Atenção Básica (36); Médico Atenção Básica (28); Técnico de Enfermagem Atenção Básica (60).

O salário base mensal varia de R$ 1.216,54 a R$ 8.000,00 e a carga horária a ser cumprida é de 40 horas semanais.

As inscrições serão realizadas a partir de hoje, 20 de maio de 2019 até o dia 10 de junho de 2019, exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.consulpam.com.br. O valor da taxa é de R$ 20,00 e R$ 40,00.

Como método de seleção, será realizada Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório; e Prova de Títulos. Está previsto o dia 14 de julho de 2019 para realização da prova objetiva.

Este Concurso Público terá validade de dois anos, contados da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.